9. direções (15 a 21.09.13)

1. "Talvez a meditação paciente e a investigação rigorosa em volta do que ainda se denomina provisoriamente escritura, em vez de permanecerem aquém de uma ciência da escritura ou de a repelirem por alguma razão obscurantista, deixando-a - ao contrário - desenvolver sua positividade ao máximo de suas possibilidades, sejam a errância de um pensamento fiel e atento ao mundo irredutivelmente porvir que se anuncia no presente, para além da clausura do saber. O futuro só se pode antecipar na forma do perigo absoluto. Ele é o que rompe absolutamente com a normalidade constituída e por isso somente se pode anunciar, apresentar-se, na espécie da monstrosidade. Para este mundo por vir e para o que nele terá feito tremer os valores do signo, de fala e de escritura, para aquilo que conduz aqui o nosso futuro anterior, ainda não existe epígrafe". 
Jaques Derrida

2. Jazz Radio, com 28 canais.

3. "Aprender a rezar na era da técnica" ou "Modos de pensar a paz após Auschwitz", texto de Juliana Sá sobre o livro de Gonçalo Tavares. Publicado pela Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF.

4. E outro som:  Swiss Classic

5. Mais um texto: Ser-Em-Comum: Notas para uma aproximação entre a ética de Lévinas e a episteme comunicacional, de Cristiane da Silveira Lima e César Geraldo Guimarães (UFMG), publicado pela Eco-Pós (UFRJ). Sobre proposições de Lévinas e algumas reflexões recentes no campo da Comunicação. 

6. Borges e sempre Borges. No El Pais.

7. Por fim, link de 2011. Mas é Kafka: Con todos ustedes, el dibujante Franz Kafka.

Comentários